Buscar
  • Hotel Para Cães

Vai viajar nas férias de julho e não pode levar o seu pet?


Quando planejamos uma viagem, pensamos no local, como iremos chegar lá, o que vamos fazer, quanto vamos gastar e quem vai conosco.


Mas e o seu animal de estimação, o que você vai fazer com ele?


É muito comum pedir para um vizinho, parente ou amigo para cuide dele, mas será que não é muita responsabilidade?


Se for pensar apenas em colocar ração, encher o pote de água e recolher as fezes, realmente não parece muito complicado, mas cuidar de um pet não é apenas isso!


Você sabia que as rotinas diárias são muito importantes e quando elas são quebradas eles sofrem muito. Dessas rotinas podemos destacar:

Horário que ele se alimenta;

Higiene do seu ambiente;

O tipo de brincadeiras e carinho que você faz com ele;

Remédios (caso seu pet faça uso regular ou algum tratamento) e

Sensação de segurança quando está perto do dono.


Assim como nós os pets também se acostumam com o horário de alimentação, deixando de comer se receberem o alimento muito cedo ou passando fome e estresse se for muito tarde.


Quando o ambiente do animal fica muito sujo, alguns tem a tendência de beber o xixi e comer as próprias fezes correndo risco de contrair doenças como a verminose.


Os hábitos e horários também são sentidos por eles. É fácil ouvir histórias de cachorros que ficam parados na porta de entrada da casa esperando ansiosos a chegada de seus donos, outros até pegam a coleira exatamente próximo da hora do passeio, provando o quanto eles são seres que ficam condicionados à rotina e não é qualquer pessoa que eles permitem se aproximarem, além dos donos, conhecidos ou pessoas que tem a habilidade de encantá-los!


Agora vamos falar da pessoa que vai “cuidar” do seu pet enquanto você está fora em uma viagem de final de semana ou de um mês!


Um parente, amigo, ou um vizinho que está perto, não poderão romper totalmente com sua rotina diária, os cuidados terão que ser adaptados as condições desses cuidadores, assim como todo o restante, no que envolve higiene, passeios, brincadeiras e saber se ele está bem, sendo que só será possível quando a pessoa chegar na sua casa!


Outro ponto também é a sensação de segurança que o seu pet está acostumado com a sua presença, pois eles ficarão sozinhos a maior parte do tempo das suas férias, até porque as pessoas que irão cuidar, normalmente, não se mudarão para a sua residência sendo que após os cuidados estes voltarão para as suas casas e compromissos.


Por fim também tem a sua questão, pois estará em uma viagem para se divertir e relaxar, mas certamente ficará todos os dias buscando saber se a pessoa foi fazer os cuidados conforme combinado!


Pode parecer exagero pensar em tudo isso para um animal de estimação, mas muitos deles são queridos pelos seus donos, sendo considerados até como familiares e sim, para esses donos isso tudo é muito relevante.


Então levantando toda essa questão, o que fazer para evitar ou minimizar tudo isso?


Se você pensou em um hotel para o seu pet acertou!


Lá ele terá os melhores cuidados que será feito por profissionais capacitados e que amam o trabalho de cuidar dos bichinhos de estimação. Além do cuidado tem também a responsabilidade de manter a segurança e a rotina deles, pois estarão em um ambiente com segurança e vigilância e no caso deles passarem mal já

Muitas pessoas não sabem ou têm receio de um hotel, mas depois da primeira vez, percebem que é a melhor maneira de fazer aquela viagem super agradável, com a certeza de que o seu pet estará bem cuidado e seguro, além de não ter que contar e incomodar ninguém do seu ciclo social.

Então quando for planejar aquela viagem, entre em contato conosco que para saber o orçamento e as orientações de todos os procedimentos para que você e a sua família possam ficar tranquilos, pois saberão que o seu pet ficará muito bem.

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo